VISÃO DE TÚNEL

DUALIDADE CRÔNICA #1

Visão de túnel

Antes contemplava somente a luz do sol
Com a sua beleza que ofusca olhares
e desconhecia da existência da escuridão
Antes haviam lampejos
Outrora, o nada, dando espaço para o vazio
Antes não conhecia essa tal chama
Tampouco não sabia manejá-la
Ela causava medo, ao mesmo tempo aquecia
Antes não conseguia bipedestar
Mas preferi fazer as pazes com o antes
E no aqui e agora o horizonte
Já consigo vislumbrar
E de pé, saltar
As rotas sempre estiveram ali
Diante de mim
Incontáveis,
Infinitas possibilidades
Que a escuridão não permitia enxergar
E agora? O que fazer com a manifestação da vida ?
O caminho irei trilhar
Meu próprio alimento buscar
Com a chama acesa a me guiar.
Num salto evolutivo
Na corda da vida me equilibro
E assim sobrevivo.

Marques Vinícius