90 ANOS DO ZÉ

ESMERO CONTO #2

Graf Zeppelin D-LZ127

Hoje completa 90 anos que o primeiro dirigível chegou ao Brasil, que foi o Graf Zeppelin D-LZ127, pousou no antigo Campo Jiquiá em Recife, pois ali tinha construido exclusivamente para ele a “Torre do Zeppelin” que existe até hoje. Foi um voo experimental com destino final no Rio de Janeiro. A nave tinha 236,6 metros de comprimento e 30 metros de altura, sendo muito maior do que qualquer avião dessa época ou atual. Nesse tempo, a comparação mais comum era com navios transatlânticos, como o Titanic, que era apenas alguns metros mais longo.

” Um vivo interesse se desenhava em todos os semblantes entorno desse acontecimento destinado a marcar uma data inesquecível na vida da cidade. […] às 18 horas e 35 minutos o dirigível foi avistado no Recife e logo entrou a tocar, para divulgar a boa nova, o carrilhão do Diario de Pernambuco, cujos terraços estavam ocupados por famílias do nosso escol social. […]. ” Tirado do Diario de Pernanbuco em 25/05/1930.

Conto em verso e proza, uma história que ouvi do meu avô pernanbucano que associei com o tema.

Um dia pacato no sertão

Nada diferente acontecendo

Eu e as crianças brincando

Com o calor sempre comendo

Quando um bêbado grita

“Meu Deus, eu não estou bebendo”

~

Pois avistado no céu

Na gigante imensidão

Um mostro voando e planando

E nem existia avião

Por Jesus e nossa senhora!

Que isso não dessa pro chão

~

Pra suas casas correram

Embaixo da mesa eu me escondi

Esperando aquilo passar

Pra eu poder sair

Eu querendo chorar

Dali querendo fugir

~

Depois de muito tempo

Pra fora o povo saiu

Sem entender nada

De onde o bicho surgiu

E ainda ficaram com medo

Sem certeza que sumiu

~

Já estava me esquecendo

Muito tempo se passou

Quando ouvi a história

Que tudo pra mim mudou

Que uma gigante aeronave

Em Recife ali pousou

~

Nosso posso te confirmar

Que ele passou por mim

Mas pode pesquisar!

Deu em todo boletim

Que por ali voou

Um gigante Ze pelim

NÃO PERCA A CABEÇA

ESMERO CONTO #1

Dê uma chance para a estatística no jogo da forca e substitua os chutes iniciais por as letras usadas com a maior frequência na língua portuguesa. Abaixo segue a tabela ordenada, retirada de um livro de Criptografia do Severino Collier Coutinho.

LETRA%LETRA%LETRA%LETRA%
A14,64N5,05L2,78B1,04
E12,57M4,75P2,52F1,02
O10,73U4,64V1,70Z0,47
S7,81T4,34G1,30J0,40
R6,53D4,10H1,28X0,21
I6,18C3,88Q1,20K, W, Y0,01
Frequência das letras no português

Use com moderação!