RESFRIADO

DUALIDADDE CRÔNICA #2

Resfriado

Estou sempre de sobreaviso
Avisa quando a chuva passar
Que talvez eu vá te ver

Quer saber ?
Eu vou mesmo assim…
Ou melhor
Deixa pra lá
Talvez a travessia ou a chuva
Me lembrem que não vale a pena ficar resfriado por você.

Ando sendo permeável
Permeando por outras realidades
Na tentativa de encontrar conforto em um riso simples, isso ajuda às vezes.

Mas quando baixa a energia
Emerge uma oportunidade.
É hora de acolher as fragilidades, e perceber nesse movimento quando a felicidade irá chegar.

Descobrindo então que não existe peça da parte que falta.

Marques Vinícius

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s